29.10.09

Passado













Tristeza estampada em seus olhos,

Sempre é estranho te ver;

Melancolia de ti agora transborda,

Você sempre soube me fazer sofrer;


Nunca quis te deixar,

Nunca quis te esquecer,

Mas bem que você fez por onde

Para tudo entre nós desaparecer,



soou como uma explosão

da alegria á desilusão

o nosso amor por todo se dissolver;

como nos tempos atrás

meu amor por ti se desfaz;

e pressinto que aquele encanto acabou de morrer,


ainda lembro do nosso primeiro beijo,

ingênuo, e com um simples desejo

daquele momento se repetir outra vez;


mas tudo agora foi deixado para trás,

agora toda minha vida se refaz

sem aquele pedaço de mim que deixei com você.


(Felipe Correia)

23.10.09

Personalidade












Nós sentimos solitários em meio a multidões,

Nós não somos loucos nem diferentes

apenas não seguimos seus padrões,

Padrões que classificam por imagem e poder,

Esquecendo o verdadeiro conteúdo que é o original de cada ser,



Personalidade!

Personalidade de ser,

Personalidade de criar,

Personalidade pra sentir,

Personalidade para amar!



Estereótipos que você tanto conserva,

Estereótipo que você tanto valoriza,

Estereótipo que um dia se desgasta

E a terra há de comer sua carniça;



Iremos morrer e vocês não vivem

Pensando apenas em ser e poder,

Poder para que? Poder para mandar?

Poder para dizer que conseguiu se destacar?

Se destacar com uma imagem que você tenta aparentar?

Aparência para que se tudo isso vai acabar?



Destaque!

Destaque com personalidade,

Destaque com alegria!

Destaque com felicidade,

Destaque com harmonia,

Destaque com jeito de ser,

Destaque com forma de pensar,

Destaque com forma de querer,

Destaque com formas de amar!

Assim você terá personalidade.



(Felipe Correia)

19.10.09

certamenterrado










Sabe... eu estou louco!E não fico triste!

Não escrevo coisa com coisa

Nem sei se esse mundo verdadeiramente existe!


Vejo muitas coisas!

Mas as pessoas dizem que não tem!

Eu acho que na verdade eles estão loucos,

Eu não consigo acreditar em ninguém!


Cachorros falam sim, na língua cachorres,

Já as gatas não falam, eles miam em inglês,


Esse mundo é muito complexo

Mas já estou conseguindo entender,

É só olhar as coisas pelo avesso

E logo verão o que o mundo há de ser,


Todo mundo dizendo que eu estou doido

Mas nessa historia não consigo acreditar

Certo dia eu tava conversando com um mudo

e em uma coisa ele veio me falar:


Menino!Não acredite no que você vê!

Acredite no quiser acreditar

Veja esse lindo mundo na sua frente

Veja como o cego em uma noite de luar!


Agora Aquelas palavras sim!

Tocaram-me no coração!

Continuo caminhando,

Nesse caminho e em contra mão



Em linha reta vou seguindo

Nessa estrada cheio de curvas,

Caminho por ruas claras

Nessas estradas com fumaças turvas,


sei agora estou tentando

em algumas pessoas acreditar;

mas é estranho ver um cego falando

e um mudo começar a enxergar.

(Felipe correia)

11.10.09

Aprendendo a saber sentir
























Sabe -se que tudo nessa vida é passageiro
Sabe-se que é bom viver,
Soube que o saber era infinito,
Soube que para se amar tem que sofrer,

Saber sentir e sofrer é ressentimento,
Saber sofrer é ser valente,
Sentir valorizar os sentimentos é ser sábio,
Retribuir sentimentos é ser consciente,

Saber amar é ser inteligente,
Morrer por amor é tolice,
Saber cuidar de quem se ama é proeminente,
Soube que viver sem sentimentos é ser triste,

Soube que até a tristeza tem sua beleza,
Soube que a escuridão tem seu esplendor,
Sabe- se que na vida tudo é matéria
E sabe se que da matéria a vida brotou,

sabendo de tudo um pouco nos sabemos ser,
ser ,sentir e saber que nos nada sabemos
e de que tudo queremos saber.


(Felipe Correia)

9.10.09

Escuridão




na escuridão tudo é belo,
Para os olhos de quem quer ver,
Escuridão que compadece,
Faz-me ver o que não ser,
Ser tudo que queria,
Ser tudo que não sou,
Ver tudo aquilo que é belo,
Ver sinceridade na beleza e no horror.


(Felipe Correia)

Loucura e poesia












Loucura! É pensar em ser louco e não pensar em ser,

Tudo aquilo que é loucura tendo em vista o que não ter,

Ver aquilo que não foi visto, na visão do visor,

Visão do mundo sem carinho, visão do carinho sem amor,

É ver tudo aquilo que a mente, proporciona diretamente, a os olhos do leitor,

Ver um mundo colorido, ver um mundo repartido entre a alegria e a dor,

Ver tudo que não pode , ver tudo aquilo só nós, imaginamos ou alguém imaginou!

Isso mesmo meu leitor! Isso tudo é LOUCURA!Isso tudo alegria!

isso tudo é imaginação !Ou melhor... Poesia.

(Felipe Correia)

VOZ












Silencio... uma voz se levanta ,
aquela voz que um dia se fez sussurro agora me abate e me deixa ferido,

palavras que corroem meu peito e me fazem sentir como se essa dor fosse eterna por esse momento,

sonhos se vão, junto com o impacto do movimento de seus lábios,

nunca pensei em receber esse turbilhão de sentimentos sujos,

sentimentos que um dia foram belos,

sentimentos que um dia foram únicos ,

sentimentos que um dia se fez movimento,

que se fez pensamento,

que agora se foram e nunca mais voltarão.


(Felipe Correia)

Tristezas e sonhos












Sonhos... , sempre quis sonhar,

me falaram que era fácil, é apenas fechar os olhos e se deixar levar,

Mas sempre que eu tento, vejo algumas imagens ao relento, que sempre me fazem chorar,

Vejo tristeza e solidão, algumas pessoas jogadas ao chão e outras a me chamar,

Vejo pessoas doentes, algumas gritando de repente, como se uma dor não pudesse parar,
Vejo coisas feias, pessoas falando coisas alheias, e algumas tentando me alcançar,
vejo também ódio e difamação, assalto e corrupção e monstro a gritar,

Vejo rio sangue correndo, crianças fumando e bebendo e seus pais a lamentar,

Volto a abrir os e vejo, aquele enorme desejo de lá nunca mais voltar,

Mas sinto como se tudo aquilo fosse verdade, não sei se é imaginação ou realidade ,

mas essas imagens não quero nunca mais sonhar!

( Felipe Correia)

A queda de um anjo











Sentado em uma nuvem

Fico aqui a te observar,

Cada passo, cada gesto,

Até que senti meu coração palpitar,

Sentimento que nunca tive

Voando pelo alto do céu,

Nem mesmo quando os anjos decaídos

Caíram com a Ira de Deus;

Tua beleza ultrapassa

Os sentimentos do meu ser,

Te desejo,Enlouqueço!

Já não sei o que fazer,

Num minuto de insensatez

Deixei minhas asas me levar

Ao teu encontro lá fui eu,

Sem ao menos me lembrar

Que todo anjo era proibido

De sair do palácio celestial

E aquele que saísse

Não seria mais imortal

Mas meu coração falou mais alto

E eu deixei meus sentimentos me levar,

Senti minhas asas se degradando

E La do céu uma grande voz a clamar,

Mas lá não era o meu lugar E eu já sabia o que fazer

Queria ir para o mundo dos mortais

E sei que anjo já não posso ser

Irei de encontro a minha amada

Que tem beleza celestial

E eu agora mero humano

Que um dia já fui imortal,

Que trocou sua beleza por esse mundo de horror,

Que trocou sua pureza por esse tal sentimento chamado Amor,

Amor que o degradou,

Amor que o fez sofrer,

Amor que o humilhou

Amor que o fez...morrer.

(Felipe Correia)

Só sabe amar quem amou...






















Há! Você sabe!
Mas bem que eu não sei!
Saber sentir sentimentos?
Amar? Amores? Não sei!

Provar? provação de amores?,
Tristeza,melancolia , horrores,
Não quero saber disso!
Isso é coisa do mal,
Sentimentos que nos fazem pensar
E fazer de tudo um pouco do imoral!

Preferi ficar no vácuo ,
Preferi ficar sozinho,
Nisso tudo fiquei sem sentimentos,
E senti uma falta de carinho...

Não aceitei o tal do amor
Pois tinha medo de sofrer,
Não aceitei o meu destino
Mas na verdade amei sem ninguém saber,

Não a retribui, aquela que me deu paixão,
Não á amei, mas mesmo assim ela deu a mão;
Quando estive só, ela quis me dar carinho,
Quando estava triste ela nunca me deixou sozinho,

E como a retribui? Á ela não dei nada!
Não correspondi o seu amor,
E ela ficou sozinha em toda essa longa jornada;
E eu agora arrependido, sem saber o que fazer,
Sem sentimentos, sem amores, e sem nada o que dizer,
agora estou colhendo os frutos que plantei ,
Estou sozinho, desolado e de tudo uma coisa eu sei,
Aceite quem te ama, sem ter medo de sofrer,
Pois tudo na vida é aprendizado
E ninguém ama sem sofrer.


(Felipe Correia)